Estilo Tudor

O estilo arquitetônico Tudor é o último estágio da arquitetura medieval durante o período Tudor (1485–1603) e é predominantemente inglês; é uma adaptação inglesa para a arquitetura gótica. Surge durante o primeiro reinado da dinastia Tudor, entre os reinado de Henrique VII e Henrique VIII.

Embora seja substituído pela arquitetura elisabetana na construção doméstica, o estilo Tudor ainda se manteve no gosto inglês, inclusive nas universidades, como as de Oxford e Cambridge, onde continuam a ser realizadas obras no estilo Tudor que remontam os primeiros tempos do neogótico.

O arco de quatro centros, agora conhecido como arco Tudor, foi um elemento definidor; as construções incorporam planos assimétricos e janelas que terminam em ângulos, formando pontas; algumas das mais notáveis janelas de sacada envidraçadas pertencem a este período; as molduras são mais espalhadas e os ornamentos de folhagem tornam-se mais naturalistas.

Depois de 1500, surgiram as torres octogonais, os tijolos coloridos, as chaminés decoradas e, no âmbito doméstico, surge uma preocupação especial com as lareiras, que ganharam formas mais elaboradas.

Características do Estilo Tudor

Este estilo tem seis características distintas:

  • Decoração enxaimel
  • Telhado acentuado
  • Empenas em cruz
  • Portas e janelas altas e estreitas
  • Pequenas janelas de vidro
  • Grandes chaminés, muitas vezes cobertas com vasos decorativos.

Exemplos do Estilo Tudor

O exemplo mais clássico do estilo Tudor é a capela de Henrique VII na Abadia de Westminster, construção marcada por uma rica e organizada união de elementos e formas.

Na arquitetura em igrejas, os principais exemplos são:

 

Capela Henrique VII em Westminster (1503)
King’s College Chapel, Cambridge
Capela de São Jorge, Castelo de Windsor
As antigas escolas de Oxford.

Na arquitetura em casas de habitação particular:

Eltham Palace, Kent
Oxburgh Hall, Norfolk
Owlpen Manor, Gloucestershire
King’s College, Aberdeen
Layer Marney Tower, Essex
East Barsham Manor, Norfolk
Fords Hospital, Coventry.
Compton Wynyates
Hampton Court Palace
Montacute House (Tudor tardio)
Wollaton Hall, Nottinghamshire (Tudor tardio)
Old Market Hall, Shrewsbury
Hunsdon House, Hertfordshire

Existe também este tipo de arquitetura na Escócia, sendo exemplo o King’s College, Aberdeen.

No século XIX, um combinação destes elementos como o estilo gótico e elizabetano foram feitos em hotéis e estações ferroviárias, em estilos revivalistas conhecidos como Jacobetano e Tudorbetano.

Atualmente, é um estilo ainda adotado no segmento residencial, o que é normalmente referido como Tudor (ou às vezes como Mock Tudor) e é mais semelhante à arquitetura tudorbetana rústica.

 

Saiba mais

Wikipedia

Wikipedia em inglês – Artigo mais completo