Singer Building

O Singer Building ou, Singer Tower, situado na Liberty Street com a Broadway no Distrito Financeiro na Lower Manhattan, foi um edifício comercial de 47 andares, concluído em 1908 como escritório administrativo da Singer Manufacturing Company, isto mesmo, da empresa de máquinas de costura.

Com 187 metros de altura, foi o prédio mais alto do mundo no curto período entre 1908 a 1909.

Foi demolido em 1968, junto com seu vizinho City Investing Building, e cedeu lugar ao atual One Liberty Plaza.

Singer Building

Singer Building

Imagem

Ficha Técnica

Tipo: Comercial
Endereço: 149, Broadway, New York
Conclusão: 1908
Demolição: 1968
Altura: 186,6
Andares: 47
Arquiteto: Ernest Flagg
Engenheiro: Boller & Hodge
Estilo: Segundo Império Barroco / Beaux Arts

História

O edifício foi encomendado por Frederick Bourne, o chefe da Singer Sewing Machine Company. Ele contratou o arquiteto Ernest Flagg, quem foi um expoente da arquitetura de estilo Beaux-Arts.

Em obras

Em obras

Imagem

Flagg havia também projetado o escritório anterior da compania no 561 Broadway entre Prince e Spring Streets, o qual também é conhecido como “Little Singer Building” depois do novo edifício ser erigido.

Singer Building

Singer Building

Foto

Os 12 primeiros pavimentos preencheram totalmente o limite do terreno, enquanto que a torre ocupava um quarto do mesmo.

O crítico de arquitetura do New York Times, Christopher Gray escreveu em 2005:

O lobby tinha uma qualidade “celestial” visto na arquitetura de exposição e feira do mundo do período, como o autor Mardges Bacon descreveu em sua monografia de 1986 “Ernest Flagg” (Architectural History Foundation, MIT Press). Uma floresta de colunas de mármore elevava-se em uma série de múltiplas pequenas cúpulas de plasteros delicados, e Flagg cortou as colunas com talões de bronze. Uma série de grandes medalhões de bronze colocados no topo das colunas foram renderizadas alternadamente com o monograma da empresa Singer e, de forma bastante inventiva, como uma enorme agulha, fio e bobina.

Detalhe da Torre

Detalhe da Torre

Em novembro de 1921, Catham e Phenix National Bank fizeram seus escritórios centrais no Singer Building.

Em 1961, a Singer vendeu o edifício e se transferiu para o Rockefeller Center. O edifício então foi adquirido por William Zeckendorf, um agente imobiliário, que buscou sem sucesso que a Bolsa de Valores de Nova York se mudasse para lá. Em 1964 a United States Steel adquiriu o prédio, junto ao seu vizinho City Investing Building, para demolição.

Em 1960 o edifício era considerado economicamente inviável devido às dimensões de seu interior. A porção da Torre tinha apenas 390 m² por andar, comparado aos 3.400m² do edifício que o substituiu, o U.S. Steel Building, atualmente conhecido como One Liberty Plaza).

Vista Geral

Vista Geral

Imagem

Embora Nova York tivesse uma Comissão de Preservação de Marcos (históricos), então recentemente criada, e o Edifício Singer tenha sido considerado um dos edifícios mais emblemáticos da cidade, não recebeu designação histórica, o que teria impedido que fosse derrubado. Alan Burnham, diretor executivo da comissão, disse em agosto de 1967 que, se o edifício fosse feito um marco, a cidade teria que encontrar um comprador para ele ou adquiri-lo.

A demolição começou em agosto de 1967 e foi concluída no ano seguinte.

Fonte – Tradução Livre de Ronaud Pereira.

Fotos do Interior do Singer Tower

Singer Building - Interior

Singer Building – Interior

Singer Building - Interior

Singer Building – Interior

Singer Building - Interior

Singer Building – Interior

Singer Building - Interior

Singer Building – Interior

Imagem

Saiba mais

Outras imagens: SkyScraperCenter

Outras imagens: NYC Architecture

Outras informações: Daytonian In Manhatan

Conheça também outro edifício da Singer: Little Singer Building